ERP – Show de Bola na Gestão Empresarial Digital


Warning: A non-numeric value encountered in /home4/methosc/public_html/blog/wp-content/themes/epico/inc/reading-time.php on line 29

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

Um sistema de ERP visa a automatização dos procedimentos de uma empresa. Abrange o seu planejamento, execução e controle sob o ponto de vista econômico e financeiro” (Ernesto Haberkorn, “Gestão Empresarial com ERP” – 2008). Sendo um conjunto de atividades, executadas por um software, o ERP fornece soluções de gestão empresarial, caracterizadas por sua estrutura modular, padronização e integração da informação.

A ferramenta integra e controla os dados das operações chave da empresa, em um único sistema, facilitando o fluxo de informações padronizadas, em tempo real.

Um sistema ERP abrange o processo desde marketing, vendas, desenvolvimento de produtos, suprimento, planejamento e controle da produção, venda, faturamento, estoque, logística, serviço ao cliente, finanças, contabilidade e recursos humanos até relatórios gerenciais.

Estamos falando de uma visão de ponta a ponta, do cliente de um lado e o fornecedor de outro (supply chain), sempre buscando melhorar o planejamento e a alocação de recursos.

Quais são as tendências do ERP?

O ERP evoluiu para simplificar a vida do usuário, desenvolvendo gráficos e imagens.

Hoje o ERP vem interagindo com outras ferramentas de gestão empresarial como CRM (Gestão de Relacionamento com Clientes), BI (Business Intelligence) e BPM (Business Process Management).

Como novo modismo surge a computação ‘nas nuvens’ (cloud computing), que basicamente consiste em oferecer todo serviço de software de forma remota, onde os dados estarão armazenados em servidores externos em relação à empresa.

Esta tendência deve beneficiar o ERP, uma vez que ela implicará em menos complexidade de instalação, permitindo uma implantação mais rápida e mais econômica.

Como ERP pode melhorar o desempenho de uma empresa?

O ERP pode ser visto como um grande banco de dados, que integra, unifica e ordena informações da empresa em um só lugar. Qualquer irregularidade nos processos fica visível em tempo real. Assim é possível tomar decisões, de forma assertiva e rápida, sobre quais processos devem e podem ser otimizados para encurtar os ciclos produtivos.

Eliminando barreiras entre áreas e fazendo fluir a informação por toda a empresa, o ERP permite que diferentes áreas possam planejar em conjunto a execução de medidas preventivas ou corretivas.

Relatórios gerenciais fornecem informações sobre a produtividade das áreas, sob aspectos como: tempo de resposta ao mercado, redução do lead time, redução de custos operacionais, redundância de atividades, redução de estoque.

Quais são as vantagens do ERP?

1- A grande vantagem é a maior confiabilidade de dados, ao monitorar as operações da empresa.

2- As informações trafegam pelos módulos em tempo real, ou seja, um pedido dispara o processo de fabricação com o envio da informação para múltiplas bases, do estoque de insumos ao faturamento.

3- O ERP facilita racionalizar a produção, reduzir custo e melhorar o serviço ao cliente.

4- O ERP é capaz de se adequar ao ramo e ao modelo de gestão da empresa.

5- A implantação de um sistema ERP reflete de imediato na estabilidade das operações da empresa.

Quais são os fatores de sucesso na implantação de um sistema ERP?

1- Antes de tudo, o apoio da Direção.

2- O comprometimento dos profissionais, responsáveis pela atualização dos dados que alimentam toda a cadeia de módulos do ERP.

3- O envolvimento do Usuário.

Quais cuidados devem ser tomados na escolha de um ERP?

Os cuidados mais importantes são a definição clara de objetivos e a identificação precisa das necessidades da empresa, em nível de cada área envolvida, o que determina tamanho e valor da ferramenta.

Outro fator importante é verificar se o sistema receberá manutenção e atualizações de acordo com as mudanças tecnológicas.

Quais serviços integram um projeto ERP?

A implantação de um projeto ERP engloba a orientação quanto aos requisitos mínimos de hardware, a instalação do software nas estações de trabalho, a configuração do sistema e das funções de cada usuário, o treinamento no uso do sistema e a conversão de dados.

O investimento se justifica na medida em que seu potencial das vantagens acima é explorado.

O tempo de implantação varia em função de situação, objetivo e necessidade da empresa, que determina o tamanho do software, bem como do desempenho da equipe do projeto; tempo médio é de 6 a 24 meses.

ERP – a solução para uma gestão empresarial digital – faça seu show de bola!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *